O que os cristãos realmente acredita?

Aug 19, 2016

peopleworshipping

O que os cristãos realmente acredita? Há algumas coisas que são mais importantes do que outros? Será que é realmente mesmo tão importante que nós acreditamos? Se alguém foi pedir cinco cristãos diferentes, eles provavelmente iria receber cinco respostas diferentes, dependendo da sua formação igreja. Por exemplo, um cristão acredita que o batismo é uma parte integrante de se tornar um cristão. Um outro cristão pode ver o batismo como importante, mas não essencial para a salvação.

Este artigo irá expor alguns dos elementos-chave na teologia cristã. Este tipo de discussão, naturalmente, presta-se a debate e eu entendo que haverá pessoas que tomam exceção comigo em determinados pontos. Este processo de respeitosa (e às vezes não tão respeitoso!) Dar e receber é como a teologia da Igreja tem desenvolvido ao longo dos últimos dois mil anos.

A centralidade de Jesus ao cristianismo

Os cristãos a compreender que Jesus é central para tudo o que é ensinado na Igreja. Os cristãos acreditam tanto a divindade ea humanidade de Jesus. Há muitas passagens das Escrituras que ensinam essas verdades, mas um exemplo será suficiente. “No princípio era o Verbo, eo Verbo estava com Deus, eo Verbo era Deus. Ele estava com Deus no princípio. Através dele todas as coisas foram feitas; sem ele, nada do que foi feito foi feito. Nele estava a vida, ea vida era a luz dos homens … A Palavra se fez carne e habitou entre nós. . Nós vimos a sua glória, a glória do Único, que veio do Pai, cheio de graça e de verdade “(João 1: 1-4, 14)

O Cristianismo ensina que Jesus viveu uma vida sem pecado entre uma nação específica, anunciando o Reino de Deus e realizar milagres. As fontes históricas confirmam o ensinamento bíblico que Jesus morreu nas mãos dos romanos. É a Bíblia, no entanto, que interpreta por que Ele morreu. Sua morte foi um sacrifício substitutivo pelos pecados da humanidade. Jesus disse sobre seu próximo crucificação, “Porque o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos.” (Marcos 10:45)

O Novo Testamento ensina que Jesus não só morrer, mas que Ele estava fisicamente ressuscitado no terceiro dia. Esta é provavelmente a única coisa mais importante que os cristãos acreditam. Se Jesus não ressuscitou dos mortos, Ele era apenas mais um messias falhou. Se Ele ressuscitou dos mortos, Ele tem sido justificada e confirmado como o Senhor de todos. A ressurreição é o que tem proporcionado esperança para os cristãos ao longo dos séculos. O fato de que Jesus ainda está vivo nos dá a esperança de que seremos ressuscitados um dia também.

A Bíblia

Os cristãos acreditam na inspiração e autoridade da Bíblia. Ela é o fundamento de toda a doutrina cristã. Enquanto que continuará a haver diferenças de opinião sobre como interpretar diferentes passagens, os cristãos entendem que as Escrituras nos dão a Igreja com as normas para se viver e alimento espiritual. Não é essencial que acredita que todos os cristãos a Bíblia da mesma maneira. Claramente, isso não vai acontecer. As muitas denominações diferentes deixar claro que não haverá diferenças de opinião até que Jesus volte. Os cristãos tendem a chegar a acordo sobre as questões doutrinárias importantes que são encontrados nas páginas da Bíblia.

A necessidade de salvação

Os cristãos não acreditam no universalismo, a crença de que todos irão, eventualmente, ser salvo. Os cristãos não acreditam que todas as estradas ou todas as religiões levam a Deus. Em vez disso, o cristianismo acredita na condição espiritualmente perdidos de todas as pessoas e a necessidade essencial para o “novo nascimento” pela fé em Jesus Cristo. Cristianismo tradicional acredita que a humanidade está separado de Deus por causa do pecado universal. A morte de Jesus forneceu uma maneira que todos nós podemos ser perdoados e estar unidos com Deus em um relacionamento. Não existem muitos caminhos para Deus, no entanto. Jesus disse: “Eu sou o caminho, a verdade ea vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim “. (João 14: 6)

A importância da Igreja

Deus nos criou para viver em comunidade uns com os outros. A linguagem que Paulo usa para descrever a Igreja ilustra isso quando ele a chama de “Corpo de Cristo”. A Igreja é central para tudo o que Deus está fazendo na Terra hoje. Ainda não há um maior maneira de alcançar as pessoas com o Evangelho do que uma igreja local saudável em uma comunidade.

Há muitos mais elementos teológicos que poderiam ser discutidas. O cristianismo, no entanto, nunca pode ser confinado a uma lista de crenças ou regras doutrinárias. Cristianismo é sobre ter um relacionamento com o Deus que nos criou.

Você pode pensar em quaisquer outros elementos essenciais para a teologia cristã?

Será que você considera ser uma parte de nossa equipe de suporte como Annie e eu servi no Brasil? Basta clicar aqui para se envolver. Obrigado!

Subscribe To Our Newsletter

Join our mailing list to receive the latest news.

Thank you for subscribe!

Share This